LR1
O que você
busca?
BUSCAR
Nossa Cidade
postado em 16/05/2017 às 16h59min

Jiboia surpreende casal e bombeiros são acionados

Bombeiros tiveram dificuldades em tirar o animal, que estavam próximo ao motor do veículo
Da Redação - Lins
Tamanho da
Letra
Diminuir Letra Aumentar Letra
Bombeiros tiveram trabalho para retirar a cobra, que estava atrás do motor (Foto: Divulgação)

Na segunda-feira (15), o Corpo de Bombeiros de Lins atendeu um pedido de socorro inusitado: retirar uma cobra jiboia que estavam acomodada próximo ao motor do veículo. A cobra foi retirada e como apresentava estado geral saudávevel foi devolvida a uma reserva florestal da região.

Um casal residente em Sabinoparou o veóculo no Corpo de Bombeiros e pediu socorro para retirada do reptil. Não foi revelado como o casal percebeu a presença da cobra, que estava entre o motor e o fundo do painel do veículo. O casal relatou que viajou com a cobra escondida no carro. Não foi possível saber quando e como a cobra entrou no veículo, alojando-se próximo ao motor.

Com o uso de um gancho e corda, os bombeiros conseguiram retirar o animal. Mesmo com a elevada tempratura, a cobra não apresentava qualquer tipo de lesão e por isso foi solta em seu habitat.

JIBÓIA
O termo “Jibóia” é proveniente do tupi, y´bói, sendo “constritora” a referência à forma como mata as suas presas, apertando-as, e sufocando-as. Segunda maior cobra encontrada em território brasileiro depois da sucuri. A jiboia ocorre em quase todas as regiões brasileiras. A jibóia é de índole pacifica, não é venenosa, e nunca ataca o homem. Ao contrário, foge à sua aproximação. Porém, quando ameaçada, ataca, apanha as suas vítimas ficando à espreita, ou surpreendendo-as silenciosamente. Como não possui peçonha, ela mata suas presas por constrição, ou seja, após o bote ela enrola-se em torno da vitima contraindo sua forte musculatura, e a estrangula, causando a morte por sufocamento.

Toma como presa principalmente aves, mamíferos pequenos, e répteis, sufocando e quebrando os ossos da presa através de constrição, e engolindo a partir da cabeça. Quando a presa é grande, ela pode entrar em letargia, ou torpor, tempo no qual fica parada para digerir o alimento. O período de letargia pode durar semanas ou até meses.

São animais carnívoros, variando a freqüência e quantidade de alimentos, de acordo com a dimensão do animal. Detecta as suas presas pela percepção do movimento e do calor, surpreendendo-as, silenciosamente. Em cativeiro, as Jibóias são alimentadas com ratos e ratazanas jovens. Mais tarde, serão alimentadas com coelhos, lebres,

Existe, no mundo, uma grande diversidade de jibóias, que distinguem-se pelo diferente padrão de coloração e pela região onde encontram-se. Sua reprodução é ovípara. A gestação dura de 127 a 249 dias e nascem entre novembro e fevereiro. Produz de 8 a 64 filhotes por ninhada.

A5 COBRA
TRABALHO - Bombeiros tiveram trabalho para retirar a cobra, que estava atrás do motor


A5 JIBOIA
PRESENTE - A jiboia não é peçonhenta e alimenta-se de pequenos animais

Espalhe essa notícia
|
0 Comentários Comentários
Comentar Comentar
LR1 Siga-nos no Siga-nos no Twitter Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Orkut SRC na WEB   |   Anuncie no Lr 1   |   Fale com o Lr 1   |   Privacidade   |   Faça do Lr 1 a sua página inicial WTC Brasil Todos os direitos reservados - 2010 Jornal O Liberal Regional