LR1
O que você
busca?
BUSCAR
Nossa Cidade
postado em 19/04/2017 às 19h54min

Com preços já elevados, tendência é que valor da carne bovina suba nas próximas semanas

KAIO ESTEVES - Araçatuba
Tamanho da
Letra
Diminuir Letra Aumentar Letra
KAIO ESTEVES
Preço da carne bovina está mais caro e diversos fatores contribuíram para isso

O preço da carne bovina, que já está elevado em supermercados e açougues da região de Araçatuba, tende a subir ainda mais nas próximas semanas, de acordo com especialistas do setor.

Após a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que investigou e revelou um esquema de fraude e corrupção em frigoríficos do país, o preço da arroba do boi gordo pronto para abate chegou ao seu menor valor desde 2014: R$ 137,00 em São Paulo.

Segundo o site www.pecuaria.com.br, especializado no mercado bovino, a cotação do boi, ontem (19), ainda continuava em R$ 137,00. No entanto, de acordo com Horácio Codognotto, especialista em venda de carne bovina no interior paulista, as negociações envolvendo o abate de bois já voltou ao preço comum na maioria dos casos.

"Antes da Carne Fraca, a exportação caiu no Brasil e depois a arroba do boi também registrou queda por conta da operação da PF. Mas agora em abril o pecuarista parou de vender lotes garandes de animais para abate por causa do preço menor, e isso elevou o valor da arroba do boi novamente. Nesta semana já existem negociações saindo a R$ 148,00, mas os pecuaristas pedem que a arroba seja vendida a R$ 150,00", explicou.

De acordo com ele, a queda do preço da arroba diminuiu o abate do boi em nível nacional e isso aumentou os preços para o consumidor final. Após o escândalo revelado pela PF, o consumo também diminuiu e a suspensão da produção fez com que milhares de funcionários tirassem férias forçadas.

"Além disso, o governo de SP também voltou a cobrar o ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) das carnes bovinas e fez com que o preço subisse ainda mais".

O quilo do contra-filé para grelha, por exemplo, pode ser encontrado de R$ 21,00 a R$ 36,00 o quilo dependendo do estabelecimento. Outros produtos que registraram aumento foi o coxão mole, a costela de boi e a paleta.

"Tudo isso que citamos gerou um acréscimo de aproximadamente 12% no preço da carne, de uma forma geral, mas a tendência é que agora o mercado se estabilize a médio prazo e o mercado volte a ficar competitito de novo", finalizou o especialista.

Espalhe essa notícia
|
0 Comentários Comentários
Comentar Comentar
LR1 Siga-nos no Siga-nos no Twitter Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Faça Parte da Comunidade Lr 1 no Orkut SRC na WEB   |   Anuncie no Lr 1   |   Fale com o Lr 1   |   Privacidade   |   Faça do Lr 1 a sua página inicial WTC Brasil Todos os direitos reservados - 2010 Jornal O Liberal Regional